X

NORMA DE DESEMPENHO

NBR 15575-3

Afinal, o que é a norma de desempenho e para que serve?

A norma de desempenho foi criada em 2008, publicada em 2010 e passou a vigorar a partir de 19 de julho de 2013. Ela serve como parâmetro para medir o desempenho das edificações habitacionais, estabelecendo padrões mínimos de qualidade, baseados no desempenho e na durabilidade dos sistemas construtivos.

A NBR 15.575:2013 – Edificações habitacionais – Desempenho – é dividida em seis partes fundamentais:

NBR 15.575-1 – Requisitos Gerais
NBR 15.575-2 – Sistemas Estruturais
NBR 15.575-3 – Sistemas Pisos
NBR 15.575-4 – Sistemas Vedações Verticais
NBR 15.575-5 – Sistemas Coberturas
NBR 15.575-6 – Sistemas Hidrossanitários

Todas as partes da norma tem o objetivo de garantir habitabilidade, segurança e sustentabilidade para o usuário.

Edificações habitacionais - Desempenho - Parte 3: Requisitos para os sistemas de pisos

A parte 3 da ABNT NBR 15.575 trata dos requisitos mínimos de acústica para os sistemas de pisos na construção civil, destinados para área de uso privativo ou de uso comum. O isolamento acústico ao ruído de impacto é fundamental para garantir conforto e comodidade para os moradores. A tabela abaixo descreve os limites mínimos de isolamento acústico ao ruído de impacto, estabelecidos pela NBR 15.575-3.

tabela-nivel-normas-acusticas

O requisito MÍNIMO para isolamento de ruído de impacto entre unidades (L’nT,w 80dB) é reconhecidamente insuficiente para prover o desejável conforto aos usuários. Portanto, recomendamos, sempre que possível, o desempenho INTERMEDIÁRIO ou SUPERIOR, seja pela aplicação de contrapisos flutuantes ou por sistemas com capacidade para amortecimento de impactos.